Quadrinices 004 | Jeremias: Pele

Quadrinices 004 | Jeremias: Pele

Olá pessoal! Hoje falaremos do último volume da Graphic MSP, o projeto da Maurício de Sousa Produções que faz uma releitura dos seus icônicos personagens. Aqui falaremos de um que pouco foi notado desde a sua criação na década de 60, mas que agora é o protagonista da trama mais forte e tocante da coleção até então: Jeremias.

Com Jefferson Costa e Rafael Calça nas artes e roteiro respectivamente, além da edição de Sidney Gusman – a HQ resgata um dos clássicos personagens da “turma do bermudão” (os garotos da turma da Mônica que são mais velhos, como Franjinha, Manezinho e Titi) e apresenta uma história onde Jeremias pela primeira vez encara o racismo.

Não só pelo roteiro preciso do Rafael que Pele emociona; o traço ágil de Jefferson, com as brincadeiras envolvendo planos onde o personagem torna-se maior ou menor a depender da opressão batem forte e transmitem de forma clara as agruras de um garoto negro em uma sociedade racista como é o Brasil. São momentos em que posso colocar todas minhas fichas e dizer: pelo menos 95% dos negros no Brasil já passaram por alguma situação daquela. Além disso, temos a origem do inconfundível boné vermelho que também simboliza algo muito profundo.

E nesse episódio com um “quê” de desabafo, passo a atmosfera que o quadrinho levanta. Não é uma história fácil, mas muito necessária. É uma história que todos deveriam ler. Brancos ou negros.

Sem mais delongas, bora pro play!

 

Download | Feed | itunes | Podbean

Para sugestões, elogios ou reclamações, é só entrar em contato através do nosso mail, deixar um recado aí embaixo nos comentários ou procurar a gente nas nossas redes, ok? E não esquece de curtir a gente no iTunes!

Se interessou pela HQ? Compre via link da Amazon abaixo; assim você também nos ajuda a continuar com o projeto. Obrigado desde já.

 

Edgar Santos
Escrito por Edgar Santos

Editor do site Cinemáticos, diretor de arte, leitor de HQs e fã de Blaxploitation.

2 Respostas de comentários

  1. Avatar
    maio 21, 2018

    Muito bem Edgar! Não conhecia o personagem, vou buscar conhecer. Excelente casar a sugestão com sua experiência que com certeza reflete a de todos nós!

    Resposta

Deixe uma resposta