Quadrinices 003 | Kombi 95

Quadrinices 003 | Kombi 95

Hoje a gente vai rememorar os anos 90 através de uma obra repleta de aventuras, praticamente um almanaque de tantas referências: Kombi 95, HQ nacional desenhada e roteirizada por Thiago Ossostortos e lançada pela Plot! Editorial.

Situada em 1995 – mais ou menos – a nostálgica trama conta a história de um grupo de amigos que resolve fazer justiça com as próprias mãos ao ouvirem falar de uma gangue de palhaços que anda sequestrando e assassinando crianças para vender os órgãos no mercado negro. Mesmo que esse boato (?) se passe em São Paulo, boa parte da história soa universal para quem viveu a pré-adolescência no Brasil brincando nas ruas, amarelando os dedos atrás de tazos, ouvindo o Gil Gomes e seus crimes no ou esperando aquela música passar na rádio para apertar o REC.

Quem viveu intensamente a época, sentirá um calorzinho no peito em cada referência esmiuçada pelo Thiago: cada revista, cada capa de videogame, cada estampa de camisa; um trabalho de pesquisa tão soberbo que é entendível quando vemos algo que não é exatamente daquele ano, mas todo o contexto orna, tornando verossímil. E para quem tem menos de 30 anos, entendo a falta do apego afetivo; mas mesmo assim vale a pena ler e conferir: se você acha que as coisas são loucas hoje, saiba que sem sombra de dúvida o mundo era deliciosamente muito mais irresponsável nos idos de 90.

Sem mais delongas, bora pro play!

 

 

Download | Feed | itunes | Podbean

Para sugestões, elogios ou reclamações, é só entrar em contato através do nosso mail, deixar um recado aí embaixo nos comentários ou procurar a gente nas nossas redes, ok? E não esquece de curtir a gente no iTunes!

Se interessou pela HQ? Compre via link da Amazon abaixo; assim você também nos ajuda a continuar com o projeto. Obrigado desde já.

 

Edgar Santos
Escrito por Edgar Santos

Editor do site Cinemáticos, diretor de arte, leitor de HQs e fã de Blaxploitation.

Ainda não há comentários.

Ninguém ainda deixou um comentário para esta publicação!

Deixe uma resposta