Harvey Weinstein é demitido da Weinstein Company após casos de assédio

Harvey Weinstein é demitido da Weinstein Company após casos de assédio

“À luz das novas informações sobre a má conduta de Harvey Weinstein, que surgiu nos últimos dias, os diretores da The Weinstein Company  […]  o informaram que sua relação com a empresa foi terminada, com efeito imediato.”

Esse é o trecho do memorando da The Weinsten Company dirigido à Harvey Weinstein, um dos seus co-fundadores, após o relatório do jornal The New York Times sobre as décadas de má-conduta do magnata do cinema no que diz respeito a assédios às mulheres com quem trabalhou. Nele, a atriz Ashley Judd descreveu que foi atraída para o quarto de hotel de Weinstein, apenas para descobrir que ele estava usando um roupão de banho e solicitando favores sexuais. De acordo com o relatório, Weinstein também chegou a acordos confidenciais com pelo menos oito mulheres que receberam entre US $ 80.000 e US $ 150.000.

O relatório cobre 30 anos de assédios.

Harvey também lançou uma carta na qual ele se desculpa por “ter causado tanta dor e por ter vindo de uma época em que tais comportamentos eram comuns”.

Edgar Santos
Escrito por Edgar Santos

Editor do site Cinemáticos, diretor de arte, leitor de HQs e fã de Blaxploitation.

Ainda não há comentários.

Ninguém ainda deixou um comentário para esta publicação!

Deixe uma resposta